Segunda Gamer – 41 | Alien- Isolation

Particularmente não gosto de jogos estilo furtivo, onde você passa a maior parte se escondendo pelos cantos  e se esgueirando para não chamar a atenção de ninguém… Geralmente me baixa o espírito de Rambo e tento sair matando a todos sem dó (o que em 99% dos casos quem acaba morto sou eu…). Seja para surpreender pessoas normais, ou se esconder de terríveis monstros sobrenaturais em hospitais psiquiátricos abandonados, que me falta de fato é um certo respeito pelo inimigo. Monstrengos Fantasmas zumbis, por mais legais que sejam e amedrontadores, ainda são genéricos e de algum modo descartáveis.

Agora, se você gosta do conteúdo do Paquiderme Punk Bros., provavelmente você gosta dos (clássicos) filmes do Alien(vamos contar apenas o 8° passageiro e o Resgate como clássicos)e, provavelmente você, como eu, alimentou um certo respeito pela criatura muito bem construída ao londo destes dois filmes. Esta é a grande diferença do jogo Alien Isolation, o respeito pela história e a protagonista, filha da Ripley. De gráficos e sons ambiente estonteantes, este seria de fato o Aliens ‘2’ na cronologia da história e tem qualidade para estar entre os clássicos filmes do mortal alienígena.

Não há mais nada a dizer, instale o jogo (disponível para as últimas e penúltimas plataformas e “tenha medo, tenha muito medo…” pois no espaço ninguém vai ouvir os seus gritos – terror e suspense de primeira linha) – vai por mim: indispensável.