Editorial

Hoje como toda terça-feira, ficou combinado nosso editoria,l onde continuaremos a falar sobre as inspirações que levaram a criar o personagem Paquiderme Punk.

Outra revista da minha infância e adolescência foi a revista americana “MAD” –  Que era traduzida e, felizmente, tinham autores nacionais que tinham seu espaço garantido nas edições brazuca. Era o caso do Ota e entre outros, que faziam paródias e piadas com o contexto nacional… A sessão de cartas era um espetáculo a parte, não poupando de xingamentos e grosserias engraçadíssimas (pelo menos no contexto daquela época).

Sérgio Aragonés, Don Martin, Ed faziam a alegria da gurizada Nerd dos anos 80. O non sense  entrava em nossas cabeças e fervilhava com ideias esdrúxulas e humor ácido e debochado. Esqueça o politicamente correto, a revista Mad fazia questão de desconstruir qualquer coisa correta e transformar em humor as vezes escatológico, as vezes inteligente e sagas. Se você esta procurando inspiração e ideias antigas, mas contextualizando com os dias atuais busque, meu querido leitor, nas páginas das antigas revistas MAD, a loucura necessária para entender o que esta acontecendo agora.

 

Nestes dias difíceis de entender o que de fato esta acontecendo com o mundo, voltar as origens, onde isso era piada velha, hoje é um exercício necessário para mantermos a sanidade no lugar, ou como dizia o mascote da revista, Alfred E. Neuman: