Segunda Gamer 67 – Rage Road

Sabe aquele jogo que é ruim mas é bom? Na prática isso significa que o desenvolvedor teve uma ótima ideia, mas por grana, tempo ou desleixo mesmo, não alcançou  todo o potencial que o jogo podia e merecia ter…

Esse é o caso do jogo de celular Rage Road.

A ideia é massa: Um agente sobe em uma caçamba de camionete e inimigos de carro, moto e blindados correm atrás para te matar… ai você solta chumbo neles até acabar com todos… É divertido no sentido que é muito legal ver os carinhas com “head shot” despencarem dos carros e seus veículos capotarem (com física realista) atrapalhando e até destruindo outros inimigos de graça para ti. Da para acertar os pneus os bonequinhos e os motores dependendo do veículo inimigo. Cara, dava para ser tão mais legal, pois a ideia é divertida e esconde a repetição da fases…

Mas o que desagrada: o jogo é sacana – ele te da dinheiro para comprar armas, mas na loja só apresenta armas que seu dinheiro não pode comprar (não interessa quanto dinheiro tu tenhas, ele só vai mostrar armas com valores acima do que tu tem… dinheiro pra que então? Pois ele força a ver propagandas enormes para adquirir uma “de presente”… O valor para bloquear as propagandas, na Play Store ainda acho caro demais. Os carros tem poucos pontos de acertos bem como os bonequinhos só morrem com tiros na cabeça… Customizações inúteis – enquanto alguns inimigos usam capacete, o que força a dar mais tiros para arranca-lo e só assim poder abate-lo, no seu personagem seu uso é só cosmético… bem como uma grande variedade de armas com poucas ou nenhuma diferença entre elas.

ou seja, uma grande ideia mas que podeira ser beeemmm mais aproveitada se a ganancia por lucros não fosse tão grande.

Mas vale dar uma olhada no potencial do jogo e, quem sabe, o desenvolvedor não nos ouça e crie novas versões mais ousadas… depende de vocês!

Um abraço paquidérmico e até mais.