Sexta de Livros | O PRÍNCIPE DOS CANALHAS – Loretta Chase

 

O Marquês de Daian foi uma criança profundamente marcada pela total falta de  amor e rejeição de seu pai, que ele adorava, pelo abandono inexplicável de sua mãe quando tinha sete anos e pelo inferno vivido por ele em uma escola onde todos o odiavam e humilhavam,  resultado de sua aparência feia e por sua descontrolada rebeldia. Desta forma, Daian, que ficou conhecido como Belzebu, tornou-se um homem amargo, que odiava a todos. Seu pai lhe deixara uma fortuna e, assim, ele passou a lutar para aumentar suas posses a fim de comprar o respeito e o temor das pessoas. Não sabia como controlar sua raiva contra a vida e jamais se aproximou de uma mulher de respeito, por temer ver em seus olhos a repulsa e o desprezo que os acompanhavam  sempre. Uma vida devassa o fazia envolver-se apenas com prostitutas que ele pagava e elas o satisfaziam sem cobranças ou perguntas. Então ele conheceu Jessica que o enfrentou, como ninguém tinha ousado, exigindo dele que se afastasse de seu irmão por ser uma influência negativa na vida do mesmo. Ela era uma dama da sociedade, de aparência frágil e delicada, que ficou impressionada com Daian, pela sua virilidade, e pode perceber que ele escondia abaixo de toda a brutalidade, alguém que ela procurava para amar. Passou a tratá-lo com educação e inteligência e aos poucos foi conquistando sua simpatia. A força do de seu amor, fez este homem atormentado olhar dentro de si mesmo e ver o quanto a vida pode ser bonita se entender seus íntimos problemas, enfrentá-los e admitir que é capaz de amar e ser  merecedor todo o amor de uma grande mulher.