Sábado à Noite | A Festa

Nada como um bom clássico para aquecer uma noite fria (bom, pelo menos aqui no sul do país está bem frio…)

A dica paquidérmica de hoje é um clássico de Peter Sellers ‘A Festa’, mas como todo bom brasileiro gosta de estragar com péssimos títulos, foi traduzido para ‘Um Convidado Bem Trapalhão’

E aí esta o grande erro do título nacional, o personagem não é trapalhão, não é abobado. Peter Sellers criou magistralmente um cara extremamente ingênuo, gentil, mas muito azarado. Sabe quando o universo conspira contra nós?!

A história é simples e não tem problema contá-la (vocês sabem como detesto contar a história do filme, pois perde o prazer de descobrir a história, tirando todo impacto que o diretor queria…).

Um ator coadjuvante indiano, recebe, por engano, um convite para uma festa glamourosa no estilo e com estrelas de Hollywood. Completamente deslocado de tudo, tenta sobreviver sem ser notado no evento, queria apenas aproveitar, mas o universo entediado apontou seu dedo para ele…

 

Um clássico de comédia imperdível de 1968, mas garante um sábado quentinho e gentil para esta noite.

Um abraço Paquidérmico e até mais.